Mistura de sentimentos, mistura de sensações.

24
Dez 08

Para mim é sempre bom recordar.

É importante recordar o bom e o mau... O bom devemos recordar para nos sentirmos felizes e para repetir mais tarde se for isso que desejarmos e o mau devemos de recordar para não voltarmos a repetir as experiências.

 

Já passei por momentos muito bons, com as melhores pessoas que conheço e senti-me muito feliz (estou a falar dos amigos verdadeiros!, não estou a falar dos amigos de ocasião, nem dos amigos da noite, nem dos simples conhecidos) e estou sempre disposta a recordá-los e cada vez que faço isso sinto-me bem e sorrio para tudo com a cara da típica parola.

Por outro lado já tive momentos que não quero mesmo repetir, experiências que me pareciam sorridentes mas que mais tarde se revelaram verdadeiros trastes e coisas que nunca deviam ter acontecido. Arrependo-me muito de algumas coisas. Não as voltarei a repetir, pois se as recordo com amargura e com uma espécie de raiva é sinal que não gosto do que se passou por isso nunca mais as hei-de repetir.

 

Há muitas coisas que me fazem recordar bons momentos... Músicas, pessoas, visões, déjà vu's, frases, dizeres...

 

Às vezes penso se tomo as decisões certas na minha vida... Normalmente fico na dúvida, pois nunca tive juízo e faço sempre tudo com muita descontracção e muitas vezes sem pensar nas consequências nem nos riscos. Umas vezes arrependo-me outras não, por isso vou vivendo assim arrependendo-me de alguns passos, recuando, andando em frente, ponderando pouco e agindo de cabeça quente, sim, pois é isso que me faz viver e sentir com força para enfrentar sempre os desafios com pensamento de vitória. Para mim não é exitando, não é ponderando e não agindo de forma espontânea que somos prespicázes, prespicáz é aquele que age sem pensar e acerta naquilo que faz. Não me digo puramente prespicáz, pois há coisas em que não acerto, já errei a minha vida, erros infantis (ou não) provavelmente, mas recordando-os e não os repetindo vou aprendendo.

 

Para isto é que servem as memórias.

 

publicado por Filipa Sales às 02:59
sinto-me: Espontânea
música: Morning Glory - Oasis

06
Dez 08

Há tanta coisa a dizer, não há? Bem, uma infinidade... Realmente podia pôr-me aqui a falar, a falar, a falar... Nunca mais ia sair daqui...

 

Bem, vou falar-vos de algo que aconteceu comigo...

Foi este Verão...

Este Verão começou como todos os anos, acabam as aulas e todos os dias haviam saidas, praia, divertimentos, etc. Mas depois houve algo diferente... Os meus tios levaram-me de férias com eles, foi hilariante, eu, os meus dois primos, as primas dos meus primos (realmente são como minhas primas, se não forem como minhas irmãs!), era todos os dias brincadeira, iamos para o Rio da Aldeia E, mas estavamos a viver na Aldeia C, mais propriamente numa casa chamada V e numa casa chamada O, divertiamo-nos imenso, todos os dias eu, o meu primo L93 e a minha prima S98 saíamos da casa O e iamos acordas as nossas primas, a prima T92, a R93 e a C95, que estavam na casa V.

 

No ínicio do Verão começamos por fazer um plano bastante engenhoso para arruinar o rapaz D15, bem, eu não me devia ter envolvido emocionalmente com o rapaz D15, foi um erro, supostamente devia ter brincado com os sentimentos dele e acabei por brincar com os meus... Estranho não? Acabei por cair no nosso próprio plano.

 

Estive lá na Aldeia C e na Aldeia E 10 dias (penso eu), mas tive de voltar para a Cidade A... Fiquei tristíssima, pois tinha deixado as minhas meninas lá, e ainda por cima enquando eu estava na Cidade A chegaram mais duas meninas à Aldeia C, a R92 e a D92... Felizmente consegui voltar à Aldeia E, fui para casa de uns tios que foram empecáveis comigo enquanto estive intalada lá, apesar do trabalho que dei e das chatisses foram sempre queridos.

 

Dia 15 de Agosto, quando cheguei lá para o "Verão 2008 - parte 2" senti-me muito bem, vesti uma mini-saia cor-de-rosa, um top preto e as minhas Havaiannas azuis claras e disse à minha tia: "Tia vou ter com elas, posso?", a minha tia respondeu-me: "Podes, se ficares lá a dormir avisa!". Dei uma enorme volta para ninguém perceber que ia de carro para a Aldeia C (pois desta vez fiquei hopedada na Aldeia E, bem perto do Rio) e fui ter com o PJO e com a T92 que me aguardavam no carrinho velho ao pé do campo de futebol, aí aquele carro... amava andar naquele carro, era velho, mas era sempre uma aventura cada vez que nele entrava. Entrei no carro, dei um beijinho à T92 e ao PJO, soube-me tão bem vê-los, foi o reencontro mais aguardado, o PJO pôs o pé no acelarador e lá fomos nós! A viagem foi curta, mas pelo caminho o meu N80 saíu da janela do carro para fora, coitado, ficou todo riscado, é o que dá... MALUCOS AO VOLANTE!, chegamos à casa V, quando lá cheguei estavam lá montes de pessoas, R92, R93, C95, rapaz CM, rapaz S, D92, rapaz M (acho que não estava mais ninguém...), dei um beijinho e um abraço a todos, as saudades já eram muitas, como sempre a C95 atirou-se para cima de mim e deu-me um monte de beijos, ela é super calorosa (eheheh).

Bem... com isto, novo plano, eu devia de comer o rapaz CM para lixar o D15, e comi, mas como não sentia absolutamente nada por ele fiquei triste com isso e terminou logo o "caso".

Nessa noite houve festa lá na Aldeia C, foi tão giro, fumei tanto nessa noite, não só na festa como na discoteca em que fui a seguir acompanhada do rapaz CM, do rapaz S, da D92, da R92 e da C95, diverti-me imenso, era o dia de chegada e já estava fazer montes de asneiras, eu sou assim, não consigo ser exemplar (a rebeldia está-me no sangue LOL). Nessa noite o rapaz D15 também estava na festa e na discoteca. Chegámos a casa lá pas 5h da manhã, se não foi mais, foi lindo, discoteca, praia a seguir, o melhor... As férias são isto, não é?

 

16 de Agosto acordei acompanhada das minhas meninas em casa. À tarde fomos à Aldeia E, ao Rio, claro, as tardes eram sempre animadas, sempre muita maliquice e tabaco à mistura, sim, porque nestas férias o que se queria era álcool, tabaco e droga (isto é feio de se dizer, mas é realidade...).

Nessa noite houve novamente discoteca, mas desta vez fomos todos (eu, T92, R93, C95, R92, D92, rapaz CM, rapaz M, rapaz S, PJO, o irmão do rapaz S - o Sfat e outros) foi tão giro, nesta noite é que foi divertimento à grande, estavamos todas gatonas. Houve confusão na discoteca entre o rapaz S, o rapaz RC que era da Aldeia MdL e o D15, o D15 acabou por levar um murro do rapaz S, não gostei desta confusão, mas passou... RC começa-me a mandar sms's naquela do engate, eu não cedo, mas lá que ele era (e é) bom, é verdade. Chegada a casa 6:30h da manhã, tal como na noite anterior, no fim da discoteca houve praia, adorei esta noite, ainda melhor que a primeira, pois estavamos todas e mostramos como as seis somos unidas e invencíveis.

 

Os dias foram passando... Tivemos uma semana sem a D92 e a R92, pois elas tiveram de regressar à Cidade B. Felizmente voltaram no fim-de-semada seguinte.

 

Festa de S. A(...), grande noite de 6ª-feira, foi pena é ter acabado cedo e a porrada que houve entre PJO e CFO, estes rapaz só sabem arranjar confusões. (CFO é namorado da rapariga C que é prima da rival da T92, a rapariga TE.)

 

Na noite seguinte fiquei a dormir em casa da D92, muito melhor que ter ido para a 2ª noite de festa de S. A(...), sem dúvida, apanhamos uma moca as três (eu, R92 e D92) que nem digo nada! Foi brutal! E não é que no dia seguinte já estavamos a apanhar outra do Rio do R(...)? Mas desta vez a T92 tambem se juntou à festa.

 

Foram lindos estes dias...

E pronto... Os dias iam-se passando, entre idas ao Rio da Aldeia E e fugas para a casa V, muito tabaco, muita maluquice e muitas voltas na mota do Sfat e na moda do rapaz M... Até que, quando estava prestes a abandonar a Aldeia E para voltar para a Cidade A cedi ao rapaz RC e comi!, soube-me tao bem, foi só mais um, mas não me esqueci, quem se esquece de um homem daqueles? Ninguém.

 

3 de Setembro... Depois de muita farra estava na altura das férias acabarem... Com muita pena minha voltei, e hoje estou aqui. Depois do nosso regresso deu para perceber que nem toda a gente é o que parece. Infelizmente enganaram-nos, mas nunca mais nos enganam, nunca, olhos abertos.

 

O fim do Verão 2008 foi passado na Cidade A e na Cidade L.

 

Posso dizer, no fim de tudo e relembrando tudo digo que foi o melhor Verão da minha vida.

 

Amei, sem dúvida que amei. Tenho saudades.

 

publicado por Filipa Sales às 22:28
sinto-me: Emocionada
música: Keep On Rising - Ian Carey feat. Michelle Sellers

05
Dez 08

Bem, como quem me conhece sabe, sou uma pessoa muito pragmática, lúcida e ão vivo de ilusões e fantasias, nunca gostei de viver assim, é triste ser iludido, é triste viver numa ilusão.

Muitas das vezes uma ilusão pode levar-nos à profunda loucura, à depressão, ao sofrimento. Não quero isso para mim; quero ser mais forte; quero ser mais inteligênte; quero passar aolado das ilusões; não quero viver ilusões, sejam elas minhas ou de outem. Bem, quem diria que virtualmente sou capaz de viver ilusões? Bem, não sei, mas tendo um pseudónimo ao escrever e não me identificar, posso estar a iludir-me; será que me iluso ou que iludo quem me lê? Sinceramente não sei... Realmente sei que não me sinto iludida, sei perfeitamente tudo, cada passo, cada gesto, só nãosei o futuro, o presente está bem decorado, bem sabido, bem preparado para qualquer eventualidade, seja ela boa ou má, bem, não sei, há sempre coisas que não estamos à espera.

Muitas vezes tenho fantasias, sonhos, coisas que gostava que acontecessem, mas não me iludo nelas, tento lutar sempre para que se concretizem; quem não luta perde sempre; sem lutar e sem tentar vivemos sempre num ponto de interrogação sem fim à vista. Viver num ponto de interrogação?, não gosto disso, para mim não resulta, para ti resulta? Gostas de te iludir? De viver um sonho? Bem, eu vivo de realidades, chamem-me fria, chamem-me bruta, chamem-me intransigente, sei lá, o que quiserem, mas nunca, nunca me chamem iludida ou fantasiadora, nunca.

Luto, sim, luto muito, ganho (faço sempre por isso), perco (temos de amitir que sim), mas nunca desisto de tentar o que quer que seja. Chamam-me distraída, e realmente sou um pouco, mas há muitas coisas que pensam que me passam completamente ao lado e não passam, estão bem presente, coisas mínimas, mas servem de exemplo. Por exemplo, há poucos meses desiludi-me com uma quantidade rasoável de pessoas, depois de tudo o que passamos juntos, estas pessoas pensaram que são mais astutas que eu (nós), mas enganaram-se, a mim nunca me hão-de calar, as papas que tinha debaixo da lingua foram engolidas, não engulo pílulas!, deixei de ser o que era, modifiquei-me, quiseram que vivesse na ilusão, e sinceramente, e por muito que me custe admitir, penso que vivi (triste, não é?), mas a ilusão acabou, nunca, mas nunca mais hei-de viver nela.

Olho sempre aberto; atenção redobrada em tudo; pragmatismo.

Vivo gélidamente, sem me envolver emocionalmente com casos ilusórios, isso para mim acabou.

 

publicado por Filipa Sales às 14:14
sinto-me: Pragmatista
música: Tears Dry On Their Own - Amy Winehouse

01
Dez 08

Há tanta coisa que se pode dizer...

Mas nem tudo se pode sentir como se sente uma loucura. Às vezes não há explicação para determinadas coisas, apenas um acto louco as pode explicar.

Já cometi loucuras, e por algumas delas arrependo-me imenso... Coisas que não devia ter feito, erros que não devia ter cometido, etapas passadas com pessoas que mais vale nem conhecer,por outro lado há loucuras com as pessoas que são mais importantes para mim, das quais não me arrependo, repetia tudo vezes e vezes sem conta.

Todas as loucuras são importantes, as que nos fazem felizes e também aquelas das quais nos arrependemos, são momentos, são experiências, e tudo fica marcado, o bom ou o mau, fica marcado, escrito.

Porem, os erros comentidos no passado devem ter servido para alguma coisa não? Pelo menos para aprendermos com eles e não os repetir. Há tantos erros por esse mundo fora que ainda podemos comenter, para quê repetir? Além disso os erros tornam-nos muito mais fortes no Futuro :D

 

 

publicado por Filipa Sales às 13:09
sinto-me: Forte
música: Simon - Gein

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
18
19
20

22
23
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
arquivos
2008

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO