Mistura de sentimentos, mistura de sensações.

17
Dez 08

Não sei se acredito ou não no amor, provavelmente não, não sei, não sei se tenho sensibilidade para isso... Para mim é perciso ter muito para dar para se acreditar no verdadeiro amor, no amor sério, no amor que nos apaixona perdidamente e que nos deixa presos, talvez um dia venha a acreditar, quando o sentir verdadeiramente na pele; neste momento apenas sei o que é gostar superficialmente de alguém, achar uma pessoa o ideal, mesmo sem a conhecer verdadeiramente por dentro e vendo apenas o que tem exteriormente, penso que apenas vendo uma pessoa e sem falar com ela podemos gostar dela, não podemos dizer que estamos apaixonados (é possivel apaixonarmo-nos a sério por uma pessoa sem falarmos com ela, apenas sabendo como ela é apenas por aquilo que os outros nos dizem dela? Penso que não), a paixão é mais do que isso, para estarmos verdadeiramente apaixonados temos de nos relacionar com a pessoa pela qual contraímos esse sentimentos de paixão.

Apesar de tudo isto penso que é possível uma pessoa ser especial para nós mesmo não a conhecendo e apenas ouvindo o que dizem dela e pelo seu aspecto exterior, não é necessário que se seja muito bonito ou com a forma física ideal para se ser belo, a beleza é um conceito relativo, nunca ouviram dizer? Isto é completamente verdade, uma pessoa pode ser muito bonita para nós e para os outros pode ser horrível, ou vice-versa, não é por os nosso amigos dizerem que o nosso namorado é feio que vamos acabar com ele (já vi casos destes muitas vezes, pessoas que verdadeiramente não sabem o que é gostar de alguém, muito menos sabem o que é o amor), acham isto normal? Sinceramente eu não acho! Já mudei de opinião quanto à beleza de certas pessoas, cheguei a achar um rapaz lindo e inclusive me apaixonei por ele, e hoje acho-o horrivel, o pior mesmo, e não é por mágoa ou qualquer tipo de coisa, sou amiga dele na mesma e damo-nos bem, mas pronto, eu ver beleza nele foi algum tipo de ilusão (provavelmente relacionada com a idade...), hoje em dia penso que ganhei maturidade, apesar de também ter confusões e bichinhos na cabeça, penso que sou uma pessoa mais esclarecida.

Sou capaz de sentir atracção por alguém e achar essa pessoa especial, mesmo sem ser um "Deus Grego", a beleza não é tudo e uma pessoa pode ser muito magra e ser linda na mesma ou muito gorda (que não é definitivamente o caso do rapaz pelo qual contraio um sentimento que nem sei bem qual é) e tambem pode ser bela. "A beleza está nos olhos de quem a vê", não é verdade?

 

Quando gostamos de alguém e estamos com essa pessoa sentimo-nos protegidos, essa pessoa faz-nos sentir especiais, algo únicos, sentimos que temos o Mundo a nossos pés e que apenas nós contamos (o próprio e o outro de quem gostamos), o Mundo passa a girar à volta de um par que se torna num só. É bonito. O amor (ou qualquer sentimento parecido) faz-nos sentir bem.

 

"Because maybe
You're gonna be the one that saves me
And after all
You're my wonderwall"

Oasis - Wonderwall

 

Contudo, e depois de tudo o que disse, ainda tenho dúvidas se acredito realmente no amor... Acho que necessito de um teste, de algo que prove a mim mesma que o amor existe e que é um sentimento único (ou não, mas tenho esperança que ele exista); que não é tudo uma ilusão. Não é estranho escrever sobre uma coisa que não temos a certeza se existe?

 

publicado por Filipa Sales às 14:57
sinto-me: Confusa
música: Wonderwall - Oasis

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
18
19
20

22
23
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
arquivos
2008

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO